Fotografia: DR

Prisão preventiva para homem detido em Guimarães por cortar pulseira eletrónica

Homem, já cadastrado, foi conduzido ao Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira.

Redação/Lusa
19 Mai 2021

O Tribunal da Póvoa de Lanhoso aplicou hoje prisão preventiva a um homem detido na terça-feira em Guimarães após ter cortado a pulseira eletrónica, anunciou hoje a GNR.

Em comunicado, a GNR refere que o homem, de 39 anos, foi conduzido ao Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira.

O homem encontrava-se em prisão domiciliária e sujeito a vigilância eletrónica, mas tinha cortado a pulseira há cerca de 10 dias.

Foi detido na posse de um veículo que tinha sido furtado no concelho de Vila Nova de Famalicão.

O detido tem antecedentes criminais de furto qualificado, roubo, rapto, tráfico de droga, dano qualificado e coação sobre funcionário, tendo já cumprido pena efetiva por diversos crimes.





Notícias relacionadas


Scroll Up