Fotografia: DR

Ministro destaca presença portuguesa em missões no estrangeiro

42.º Colóquios de Relações Internacionais da Universidade do Minho.

13 Mai 2021

O ministro da Defesa Nacional, João Cravinho, destacou a presença das forças nacionais destacadas em várias missões. O responsável afirmou que este ano há uma afetação de 65 milhões de euros para essas forças, o que corresponde a um aumento de 5%.

João Cravinho explicou que a presença portuguesa é importante e está focada na segurança do Atlântico, missões de paz na proximidade, segurança no Mediterrâneo e no dever de solidariedade na defesa coletiva. 

No âmbito do 42.º colóquios de Relações Internacionais da Universidade do Minho, o ministro salientou que as Nações Unidas têm de estar no epicentro da governação global. Recordou que esta foi criada para evitar uma nova guerra mundial. Depois dos conflitos do século XX percebeu-se que deixava de fazer sentido utilizar a guerra como instrumento de política externa.

«Os conflitos armados continuaram mas com naturezas distintas, conflitos internos, guerras civis, guerras híbridas, ou conflitos de baixa intensidade», referiu.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up