Fotografia: DR

Braga reúne os melhores pilotos no Hillclimb Masters em outubro na Rampa da Falperra

Prova disputa-se no fim de semana de 8,9 e 10 de outubro.

Luís Filipe Silva
10 Mai 2021

A cidade de Braga vai receber o FIA Hill Climb Masters que terá lugar de 8 a 10 de Outubro. Uma prova internacional de automobilismo, que irá decorrer no traçado da mítica Rampa da Falperra, e que reúne os melhores pilotos mundiais da categoria de montanha, vencedores dos vários campeonatos nacionais e internacionais.

Para isso, foi hoje assinado um protocolo de cooperação entre a FIA – Federação Internacional do Automóvel, a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) e o CAM – Clube Automóvel do Minho, que viabiliza a realização da prova em Braga, numa cerimónia que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho e contou com as presenças de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga,  Ni Amorim, presidente da FPAK, Rogério Peixoto, presidente do CAM e Vincent Caro, secretário-geral da FIA.

O presidente do Clube Automóvel do Minho (CAM), Rogério Peixoto, considerou este «um dos maiores desafios que até hoje foram propostos» à organização que dirige.

«Este evento irá trazer a Braga os mais prestigiados pilotos mundiais das provas de montanha. Trata-se somente da 4.ª edição de uma competição bianual, criada em 2014 pela FIA, com objetivo de reunir os melhores pilotos de montanha do Mundo num único evento, como forma de promoção desta disciplina e é considerada a celebração dos campeões e dos paises vencedores das competições de montanha FIA», disse.

Por seu turno, Ricardo Rio considerou o FIA Hillclimb Masters como «uma mais-valia» para a cidade de Braga, mostrando-se esperançado que esta seja «um regresso à normalidade em segurança».

Já o presidente da FPAK, Ni Amorim, ressalvou que a organização deste FIA Hillclimb Masters «era a prova que faltava a Portugal».

Do lado da FIA, o secretário Geral, Vicent Caro, está confiante no sucesso deste evento em Braga lembrando «a paixão que os portugueses têm pelo automobilismo» e um dos exemplos foi o que sucedeu há dois anos, em Itália. «Estava presente uma grande claque portuguesa com bandeiras e todos vestidos de vermelho e verde, as cores de Portugal, em apoio aos seus pilotos. Foram também os mais barulhentos e entusiastas», referiu.

Esta é uma prova única que se realiza desde 2014, de dois em dois anos, sempre em diferentes países. A última edição do FIA Hill Climb Masters, que se realizou em Itália, em Gubio e na altura contou com a participação de cerca de 200 pilotos.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up