Fotografia:

Liga de Clubes, FPF e Sindicato de Jornalistas repudiam agressão de elemento ligado ao FC Porto a jornalista

FPF e outras entidades já tinham repudiado o ato de agressão de um agente ligado à turma portista.

Redaao /LUSA
27 Abr 2021

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) repudiou hoje a agressão sofrida por um jornalista da TVI no final do encontro entre o Moreirense e o FC Porto, da 29.ª jornada da I Liga.

“A Liga Portugal apresenta uma palavra de solidariedade ao repórter de imagem da TVI Francisco Ferreira, que estava em trabalho no Parque Desportivo Comendador Joaquim de Almeida Freitas, repudiando esta e qualquer agressão verbal ou física contra elementos da comunicação social, que ocorram nos estádios ou nas imediações dos mesmos”, lê-se num comunicado da instituição.

O Sindicato de Jornalistas também condenou a agressão por parte de um elemento ligado ao FC Porto.

A direção de informação e o Conselho de Redação da TVI repudiaram hoje “veementemente” a agressão que o repórter de imagem da estação sofreu, na segunda-feira, após o jogo entre o Moreirense e o FC Porto.

Em comunicado, a direção de informação da TVI repudia a agressão que “o seu repórter de imagem Francisco Ferreira sofreu na segunda-feira à noite”, em Moreira de Cónegos, no distrito de Braga, que teve “como protagonista o empresário de futebol Pedro Pinho”.

A TVI “apela às entidades competentes e às forças da manutenção da segurança e da ordem públicas para que se crie condições de proteção das equipas de reportagem que cobrem este tipo de eventos desportivos”.

A FPF também já tinha repudiado o incidente.

https://tvi24.iol.pt/videos/imagens-do-momento-em-que-o-reporter-da-tvi-e-agredido-por-elemento-da-comitiva-do-fc-porto/608749580cf277cf82c375aa?autostart=true





Notícias relacionadas


Scroll Up