Fotografia:

Braga: Independente Ricardo Sousa na lista do PS às autárquicas

Aliás, este jornal sabe que mais figuras independentes podem associar-se a esta candidatura, mas para já são apenas conhecidos os nomes do vocalista dos Mão Morta, Adolfo Luxúria Canibal, e agora Ricardo Sousa que irá no lugar 4 ou 6 da lista, que terá como número dois uma mulher.

Nuno Cerqueira
21 Abr 2021

Ricardo Sousa é mais uma das figuras conhecidas que vai integrar a lista do Partido Socialista, liderada por Hugo Pires, nas próximas eleições autárquicas em Braga.

Em conversa com o Diário do Minho, Ricardo Sousa, confirmou que aceitou o desafio de Hugo Pires e que integra a lista como independente.

Aliás, este jornal sabe que mais figuras independentes podem associar-se a esta candidatura, mas para já são apenas conhecidos os nomes do vocalista dos Mão Morta, Adolfo Luxúria Canibal como coordenador da campanha, e agora Ricardo Sousa que irá no lugar 4 ou 6 da lista, que terá como número dois uma mulher.

«Aceitei o desafio de fazer parte da equipa da candidatura do Hugo Pires por várias razões: porque o conheço bem e sei o sentimento que ele tem pela nossa cidade, porque teve (e tem) a capacidade de ouvir a comunidade e cidadania que está no terreno e perceber as necessidades locais atuais. Porque também eu sinto esta cidade, tudo tenho feito ao longo do meu trajeto associativo para que o nome de Braga seja sempre mais forte. E se o Hugo vê em mim capacidades para o ajudar a fazer melhor, naturalmente que assumo essa responsabilidade com o maior empenho e orgulho», disse ao Diário do Minho Ricardo Sousa.

Questionado sobre uma avaliação à atual liderança da Câmara de Braga, Ricardo Sousa não quis criticar a gestão de Ricardo Rio e  nem explicar o motivo da dissidência com o projecto da coligação “Juntos por Braga” depois de ter sido membro da Comissão de Honra de Rio em 2017.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up