Fotografia: DR

Jesualdo Ferreira acautela necessidade de Boavista «manter o ritmo» em Braga

O SC Braga recebe, amanhã, pelas 19h00, o Boavista, em partida da 28.ª jornada, com arbitragem de Luís Godinho, da AF Évora.

Pedro Vieira da Silva / LUSA
20 Abr 2021

O treinador Jesualdo Ferreira manifestou hoje a necessidade de os futebolistas do Boavista “manterem o ritmo” na quarta-feira frente ao Sporting de Braga, sob pena de “correrem graves riscos” na luta pela permanência na I Liga.

“Espero que ninguém pense aqui que, pelo facto de termos feito estes 14 pontos em 10 jogos, tantos quanto os que fizemos em 17 na primeira volta, está tudo bem e já terminou. Acho que agora é que começam ainda mais os problemas, pelo que temos de fazer o nosso trabalho”, alertou o técnico, em declarações nas redes sociais dos portuenses.

O Boavista tem “vindo a crescer” e a expressar “mais conforto e confiança” em exibições recentes, ao ponto de estar a atravessar a melhor sequência de resultados nesta época, com sete pontos, outros tantos golos marcados e três sofridos nas últimas três rondas.

“O nosso trabalho é discutir os jogos, ir claramente com uma disposição de os ganhar e pôr em campo toda a nossa determinação para alcançar o objetivo pretendido. Temos consciência de que foi importante aquilo que conquistámos, mas isso não chega. O clube tem um compromisso e vamos ter de o manter até ao fim, custe o que custar”, insistiu.

Desejoso de ver os ‘axadrezados’ a “tentar controlar a partida” e “criar as ocasiões fundamentais para fazer golos”, tal como “têm feito quase sempre que jogam fora”, Jesualdo Ferreira espera um duelo “interessante” e com um “árbitro à altura” em Braga





Notícias relacionadas


Scroll Up