Fotografia: Nuno Cerqueira

Regra do CDS-PP coloca Francisco Mota mais próximo de ser candidato em Braga

Desta forma o bracarense Francisco Mota, membro da direção Nacional e terceiro na lista nas últimas autárquicas poderá assumir o segundo lugar, substituindo deste forma Lídia Dias que já tornou público o apoio a esta solução.

Nuno Cerqueira
26 Mar 2021

A saída da vereadora da Educação da Câmara de Braga Lídia Dias da Comissão Nacional Executiva do CDS-PP, que na quarta feira demitiu-se do órgão por indisponibilidade pessoal e política de continuar num terceiro mandato na Câmara de Braga, coloca Francisco Mota mais próximo der ser candidato a um mandato na Câmara de Braga.

O líder do partido centrista, Francisco Rodrigues dos Santos, reconheceu ao Diário do Minho os «excelentes quadros do partido em Braga» ao mesmo tempo que anunciou que «todos os membros da direção do partido serão candidatos nas próximas eleições autárquicas, mostrando o seu total compromisso com o partido e a sua absoluta disponibilidade para contribuir para o sucesso do CDS».

Desta forma o bracarense Francisco Mota, membro da direção Nacional e terceiro na lista nas últimas autárquicas poderá assumir o segundo lugar, substituindo deste forma Lídia Dias que já tornou público o apoio a esta solução.

 





Notícias relacionadas


Scroll Up