Fotografia: DM/Arquivo

LOC/MTC pede vigilância à precariedade no trabalho

Equipa Diocesana publicou mensagem de Natal em tempo de pandemia

Jorge Oliveira
23 Dez 2020

A Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos (LOC/MTC) da Arquidiocese de Braga, na sua mensagem de Natal, publicada hoje, apela aos militantes, simpatizantes e amigos deste Movimento da Ação Católica que, neste «tempo escuro» de pandemia em que vivemos e que nos ameaça a todos, se mantenham vigilantes e de «Luz acesa».

«Que ninguém desista de salvar vidas anunciando e proclamando a justiça, a paz e a solidariedade, combatendo a precariedade e agindo por uma justa retribuição mensal, para todos os trabalhadores e reformados, que os ajude a viver com dignidade», pede a Equipa Diocesana da LOC/MTC, coordenada por Fátima Pinto.

No texto, o Movimento condena aqueles que «pensam em enriquecer com esta crise que se avizinha», bem como aqueles que pretendem «tirar proveito da mão de obra barata».

«Os trabalhadores e trabalhadoras são filhos e filhas de Deus, fazem parte da solução e querem colaborar com os atuais e novos empreendedores, para que como pessoas, criadas à imagem de Deus, sejam o centro de toda a dinâmica laboral e económica», acrescenta a LOC/MTC da Arquidiocese de Braga.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up