Fotografia: DR

Paróquia de Santo Adrião denuncia atos de vandalismo junto a capelas

O consumo de bebidas e de estupefacientes tem sido uma constante.

Rita Cunha
2 Dez 2020

A paróquia de Santo Adrião está preocupada com os crescentes atos de vandalismo que têm ocorrido no adro das capelas de Santo Adrião e S. João Baptista.
O caso mais recente ocorreu na passada terça-feira, dia 1 de dezembro. Em pleno estado de emergência, foi destruído o gradeamento da capela de S. João da Ponte com o objetivo de furtar a caixa de esmolas.

Em carta enviada a várias entidades, entre elas o município de Braga, a paróquia revela que estes atos «têm vindo a aumentar catastroficamente», provocando «situações caóticas». Por entre os vários exemplos apontados, aponta os «gritos que se fazem ouvir nos quarteirões», incomodando os moradores, a destruição de caminhos, sendo retiradas pedras da calçada, destruídos contadores de água e de luz e partidos vasos (recentemente, foi quebrada a vitrine dos avisos paroquiais).

Para além disso, há frequentemente perturbações durante as celebrações na capela e na igreja, para além do consumo de bebidas alcoólicas e de estupefacientes nas imediações da capela. É ainda habitual atearem fogo a jornais ou outros materiais no alpendre da capela e causarem estragos nas viaturas aí estacionadas. A tudo isto junta-se o «cheiro nauseabundo» provocado por aqueles que ali fazem as suas necessidades básicas.

Preocupada com esta situação, a paróquia de Santo Adrião pede a intervenção das entidades competentes para que a zona passe a ser tranquila para os habitantes, o que não acontece no presente, reinando o sentimento de «insegurança».





Notícias relacionadas


Scroll Up