Fotografia:

Câmara de Braga marca reunião de extraordinária para liquidar parceria dos sintéticos

Fim da parceria permite poupança de milhões de euros

Joaquim Martins Fernandes
30 Nov 2020

A Câmara Municipal de Braga deverá aprovar na reunião extraordinária da próxima sexta-feira, dia 4 de dezembro, a extinção da Parceria Público-Privada constituída em 2008 para construir três dezenas de campos de futebol com relvado sintético e alguns gimnodespoertivos.

O anúncio acaba de ser feito pelo presidente da Câmara Municipal, na reunião de vereação desta manha, que ficou marcada pelas críticas dos vereadores da oposição ao “eleitoralismo” do orçamento para 2021, que foi aprovado com os votos a favor da coligação Juntos por Braga e os votos contra da CDU e do Partido Socialista.

«A reunião extraordinária da próxima sexta-feira tem como ponto único a extinção da SGEB – Sociedade Gestora de Equipamentos de Braga», disse Ricardo Rio, no final da reunião camarária, que terminou há momentos. Segundo o autarca, a urgência da decisão de extinguir a SGEB é motivada pela necessidade de a decisão a tomar pela Câmara Municipal ser confirmada na reunião da Assembleia Municipal.

Com a extinção da parceria, o Município de Braga assume as dívidas e os bens da sociedade e internaliza os serviços. O Executivo Municipal estima que a operação resulte numa poupança na ordem das três dezenas de milhões de euros.

Atualmente, a Parceria Público-Privada tem encargos anuais de 6 milhões de euros acrescidos de juros, que se manterão até 2032, caso a sociedade não seja extinta.

(Notícia em atualização)





Notícias relacionadas


Scroll Up