Fotografia: DM

D. Jorge Ortiga desafia a viver o Natal «mais intensamente»

Arcebispo de Braga refere, na sua mensagem para o Advento, que a pandemia pode levar a uma certa «tristeza e nostalgia»

Jorge Oliveira
29 Nov 2020

O Arcebispo de Braga, na sua mensagem para o Advento, que começa este domingo, convida os diocesanos a aproveitarem este tempo para se prepararem «convenientemente» para o Natal que este ano, devido à pandemia, «será diferente» dado que poderá não ser possível haver encontros em ambiente familiar alargado.

«O Natal vai trazer para muita gente, em primeiro lugar para as crianças, uma certa tristeza, uma certa nostalgia. Importa que sejamos capazes de viver o Natal mais intensamente. E creio que a circunstância da pandemia nos obriga a isso mesmo», afirma D. Jorge Ortiga.

Na mensagem, em vídeo, difundida pelas redes sociais online da Arquidiocese de Braga, o prelado propõe, assim, que durante o Advento os cristão dediquem tempo à reflexão, à oração e procurem interiorizar o que é que o Natal poderá trazer de novo a cada um.

O Arcebispo lembra também que o tempo do Advento e do Natal devem levar «ao encontro com os outros, os mais necessitados», e o plano pastoral da Arquidiocese preconiza a precisamente um caminhar sinodal e uma Igreja samaritana.

«Há novas pobrezas hoje na sociedade, nós não podemos tolerar», alerta, pedindo aos cristãos e às comunidades que procurem dar respostas juntamente com a Diocese que «também quer ser uma presença para atenuar estas situações de pobreza».

 





Notícias relacionadas


Scroll Up