Fotografia: DR

Restaurantes e Câmara de Braga decididos a trabalhar juntos na valorização da cidade

Ricardo Rio deixou garantias de apoio aos empresários da restauração de Braga

Carla Esteves
24 Nov 2020

A Câmara Municipal de Braga vai promover a realização de um estudo para apurar com exatidão o “peso” do setor da restauração na esconomia do concelho. A garantia foi dada por Ricardo Rio aos representantes da União de Restaurantes do Minho – URMinho, que com ele estiveram reunidos ao início da tarde de hoje.

Tiago Carvalho, porta-voz da URMinho, disse ao Diário do Minho que este estudo será realizado pela InvestBraga, e eventualmente contará com a participação da Universidade do Minho (UMInho), e visa quantificar o papel da restauração e a sua capacidade de garantir postos de trabalho e de gerar receita na região, comparando os resultados de há seis meses atrás, os atuais e os que se perspetivam no futuro.

«Pretendemos que seja efetuada uma radiografia ao setor e a Câmara Municipal de Braga mostrou-se inteiramente disponível para avançar com esse estudo, que nós defendemos que será uma ferramenta essencial para a nossa retoma», afirmou.

O representante da URMinho adiantou ainda que, no imediato, será  tomada juntamente com a Agere, outra medida, que consiste na isenção das taxas de lixo e água por um período, para já, de dois meses, dependendo depois do estado de emergência e das respetivas medidas futuras.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up