Fotografia: DM

PCP contra os privados defende criação de plano de reforço do SNS

Comunistas discordam da transferência de utentes do SNS para os privados

Carla Esteves
17 Nov 2020

«Em defesa do SNS e contra o saque dos grupos privados» foi o mote da ação simbólica que a Organização Regional de Braga do PCP promoveu, hoje, junto ao ACES Braga (USF MaxiSaude), no Largo Paulo Orósio em Braga. 

O local escolhido foi igualmente simbólico e destinou-se a encerrar  de forma marcante a campanha em defesa do Sistema Nacional de Saúde (SNS) que o PCP tem realizado ao longo das últimas semanas, demonstrando a discordância do partido face à forma como o SNS vem sendo gerido. 

«Lutamos conta o sub-financiamento e por um maior investimento no SNS, face ao desinvestimento dos últimos anos, para o qual o temos vindo sucesivamente a alertar», afirmou o responsável pela DORB de Braga.

Filipe Vintém denunciou também a preocupação do PCP face ao «desvio de dinheiros públicos para financiar os serviços privados», facto que considera «inaceitável porque esses mesmos serviços privados vão depois retirar ao serviço público não apenas recursos financeiros, mas também profissionais de saúde, deixando o SNS com menor capacidade de resposta a problemas que já existiam, mas que agora são mais evidentes em virtude da pandemia».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up