Fotografia: Avelino Lima

Deslocações para o trabalho entre os principais motivos apresentados pelos condutores à PSP

No concelho de Braga tudo tem decorrido com normalidade e sem detenções.

Rita Cunha
15 Nov 2020

Tal como é habitual nestas situações, a PSP efetua operações de fiscalização e controlo da circulação de viaturas nos locais onde se espera uma maior afluência, quer pela proximidade de espaços comerciais como de acessos a localidades vizinhas.

Uma hora e meia após o início de uma das operações no concelho de Braga, o subcomissário António Ochoa considerou que tudo estava a decorrer dentro da normalidade como, aliás, têm decorrido todas as ações deste tipo nos vários estados de emergência decretados até à data. «Está a decorrer como é desejável, ou seja, com pouca afluência de pessoas, e a generalidade está a cumprir», disse, sublinhando que a maior parte dos condutores autorizados a circular o faziam de e para o local de trabalho, apresentando a devida justificação.

No entanto, houve casos em que as viaturas foram obrigadas a regressar ao seu destino inicial, uma vez que não foi apresentada qualquer justificação válida para a circulação entre as 13h00 e as 05h00. Nestes casos, «as pessoas acabam por acatar bem» a ordem, vincou o responsável.
O subcomissário adiantou ainda que a postura da PSP tem sido sobretudo «proativa» e de «sensibilização». No entanto, se necessário, os agentes terão uma postura «reversiva» – detenção -, algo que até ao momento ainda não aconteceu.





Notícias relacionadas


Scroll Up