Fotografia: DR

SAD portista com prejuízo recorde de 116 milhões de euros

Passivo do clube portista é, agora, de 451 ME, enquanto o ativo é 300 ME.

Redação / Lusa
28 Out 2020

A SAD do FC Porto enviou hoje para a Comissão de Mercado e Valores Mobiliários (CMVM) os resultados consolidados de 2019/20, apresentado um prejuízo recorde de cerca 116 milhões de euros (116,160).

 

O clube portista justifica o pior resultado financeiro da história da SAD com os impactos da pandemia de Covid-19 e também pelo não apuramento para a Liga dos Campeões da temporada passada (eliminação na 3.ª pré-eliminatória frente ao Krasnodar).

 

 

A sociedade portista regista uma redução dos proveitos operacionais, excluindo proveitos com passes de jogadores, de 88.997 ME.

Em 2018/19, o clube portuense apresentou um lucro de 9,47 milhões de euros, passando agora para um prejuízo de 116,16 milhões de euros.

Nas transações de passes reside parte da diferença: de 42, 66 milhões de euros em 2018/19 para apenas 551 mil euros em 2019/20, dado as principais vendas (Fábio Silva, Soares, Alex Telles e Danilo Pereira) foram já após o fecho do exercício.

A maior quebra foi nos proveitos operacionais (excluindo proveitos com passes): passou de 176,30 milhões para apenas 872, ME. Do lado da despesa, esta cifrou-se nos 138,8 ME.

 

 

O passivo subiu e está, agora, mais perto dos 500 milhões de euros (451,8 ME).

 

 

 

A SAD portista foi a quinta a divulgar as contas relativas à época passada, depois de SC Braga (lucro de 22 ME), Benfica (lucro de 41,7 milhões de euros), Vitória SC (lucro de 274 mil euros) e Sporting (resultado positivo de 12,5 ME) terem “mostrado” os seus números.





Notícias relacionadas


Scroll Up