Património dispensa “acrescentos”



Património dispensa “acrescentos”

19 Out 2020
1623
Fotografia:

No edifício dos Congregados, na Avenida Central, rente à rua D. João
Cândido de Novais e Sousa, encontra-se a situação que se pode ver claramente
vista através desta imagem.
No ano em que se assinalam 300 anos do nascimento e 250 anos da
morte de André Soares, o património de Braga dispensa este tipo de “presentes”,
que tiram brilho aos expoentes máximos da cidade.
Se não for possível a retirada destes elementos que descaraterizam o legado
histórico, pelo menos uma limpeza ajudaria a diminuir o seu impacto
no património. Se é para continuar com a sujidade e com os rabiscos, então…
boa bai ela!


Scroll Up