Fotografia: Avelino Lima

Maioria dos alunos do ensino superior aceita que ensino seja misto

Estudo sobre aprendizagem no ensino superior durante a pandemia

José Carlos Ferreira
23 Set 2020

A maioria dos alunos do ensino superior inquiridos para um estudo da Univerdade do Minho, quando questionados sobre como prefere o regime de ensino para o próximo ano letivo que está prestes a iniciar-se, afirma que é a favor do ensino misto.
Este é um dos dados que foi ontem apresentado relativo a um estudo sobre aprendizagem no ensino superior na pandemia, que foi realizado por Maria Assunção Flores, do Centro de Investigação em Estudos da Criança da Universidade do Minho, e por Ana Margarida Veiga Simão, do Centro de Investigação em Ciência Psicológica da Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa, tendo na equipa os docentes Paulo Flores, Alexandra Barros, Diana Pereira, Eva Fernandes, Luís Costa e Paula Costa Ferreira.
Quando questionados sobre como desejam como fosse o ensino no próximo ano letivo, 56 por cento diz preferir o ensino misto, ou seja, online e presencial, 36,5 por cento afirma preferir apenas o presencial, e 7,3 por cento diz-se a favor de apenas o ensino online.
Os que defendem o ensino misto justificam a sua escolha com as questões de segurança e de saúde face à situação de pandemia que vivemos, com a gravação das aulas e a redução das despesas. Estes alunos acreditam que a componente presencial permite também um melhor acompanhamento por parte dos docentes, melhores resultados e melhores condições para o acessos a recursos e serviços.





Notícias relacionadas


Scroll Up