Vídeo: Liga Portugal

SC Braga queixou-se da grande penalidade que esteve na origem do 2-1 e do lance do 1-1 (alegada carga nas costas de Sérgio Oliveira sobre Sequeira) e viu ainda um golo (que daria o 2-0 a seu favor) ser anulado por oito centímetros.

Redação
19 Setembro 2020

O SC Braga perdeu, esta noite, por 3-1, com o FC Porto, em partida relativa à 1:ª jornada da I Liga.

Os minhotos chegaram ao golo, por intermédio de Castro, e ainda marcou o segundo, por Abel Ruiz, mas o lance foi anulado por um fora-de-jogo de oito centímetros do avançado da turma bracarense.

Veja AQUI o lance que deu, na altura, o 2-0 para o SC Braga mas que, depois, foi anulado pelo VAR.

 

 

Mas, antes do intervalo, os locais viraram o resultado, com golos de Sérgio Oliveira, com Sequeira a pedir falta (carga nas costas) do médio da turma portuense, mas o árbitro mandou seguir o lance e o VAR nada “disse”.

Depois, o 2-1, num penálti, que foi muito contestado pelo SC Braga, apontado por Alex Telles, a castigar uma alegada falta de Raul Silva sobre Marega, e com Ricardo Esgaio a chamar a atenção do árbitro para o facto do lançamento lateral ter sido mal executado (o jogador do FC Porto poderá ter pisado a linha).

 

 

Na segunda parte, os guerreiros do Minho surgiram mais fortes no ataque e, aos 50 minutos, Ricardo Horta desperdiçou uma soberana oportunidade para empatar mas, já perto da pequena área, e com tudo para fazer o 2-2, atirou por cima. Um lance já candidato a “falhanço” da época… à primeira jornada.

VEJA AQUI o lance de Ricardo Horta.

 

Perto do final, o FC Porto, através de nova penalidade, a castigar falta evidente e escusada de Tormena sobre Taremi, fez o 3-1, por Alex Telles.


Outros Vídeos

Scroll Up