Espaço do Diário do Minho

Repressão e censura…

12 Set 2020
J.Carlos Queiroz

Por muito que nos custe, nem sempre o passado é algo que nos mereça apenas reconhecimento, orgulho e satisfação. A História da repressão em Portugal, contada por historiadores, vai certamente acontecer. Nenhum povo merece desconhecer o seu passado, mesmo quando cruel, por isso parece-me justo abordar este tema, mesmo sabendo controverso, polémico e ainda hoje demasiado politizado.

Não sei mesmo se o tema é do agrado do jornal, talvez mereça censura, mas porque foram evidências nunca desmentidas, ouso referir. Não vou citar métodos desumanos ou repugnantes, sistemas inquisitoriais que a Idade Média consagrou e a Gestapo aperfeiçoou. Mas apenas lembrar locais que têm merecido divulgação ao longo dos anos, Tarrafal; Peniche; Caxias, foram locais de sofrimento, porventura e supostamente em nome da segurança do Estado.

A polícia Especial, a Polícia Internacional Portuguesa, a Polícia de Defesa, enfim, os diversos nomes utilizados pelo sistema significavam verdadeiramente o quê? Que papel e como atuavam essas polícias? Não… recuso-me a fazer deduções, até porque sempre me ensinaram que o objetivo era defender e manter a ordem pública.

Ora depois do 25 de Abril muito se falou sobre a censura política, escreveram sobre a Pide, criticaram o regime que concluíram não ser democrático e ter sinais de ditadura! Falou-se porventura muito e explicou-se ou esclareceu-se pouco. Quase 50 anos depois, em Liberdade e Democracia, pergunto porque não se explica aos nossos jovens o que era o nosso país politicamente, economicamente e socialmente? Que diferenças e que segurança? Afinal reconhecemos ou não que sempre tivemos homens dedicados ao país e preocupados com os cidadãos?

Teremos necessidade de criticar hoje o passado sem olhar e pensar o presente? Dizemos que são coisas diferentes, tempos completamente enquadrados em cenários e políticas diferentes, onde qualquer enquadramento ou análise não encontra fundamentos ou justificações. Mas então falem-nos com verdade do passado e do presente.

Será que este pequeno país não tem atrás de si uma grande e heróica História? Seriam os políticos do passado homens maus e agora são todos bons? É evidente que a História narrará um dia a verdade sobre os últimos 60 anos deste Portugal.

Por mim, sinceramente continuo a acreditar que sempre fomos um grande país. Reconheço, porém, que nem sempre é fácil lembrar e falar do passado.



Mais de J.Carlos Queiroz

J.Carlos Queiroz - 4 Set 2020

O regresso ao trabalho,  à escola, à vida normal em sociedade continua comprometido apesar de durante dias o país ter gozado férias esquecendo  em alguns momentos,  as medidas em vigor e o confinamento aconselhado. Apesar das recomendações o uso da máscara incomoda e o distanciamento social torna-se complicado em época de praia, passeios, convívios e visitas a familiares.  […]

J.Carlos Queiroz - 23 Ago 2020

O tempo corre veloz, de tal forma que em breve voltaremos a falar de eleições. Entretanto sucederam-se os Orçamentos e daí ser tempo de perguntar sobre a forma como foram aplicadas as verbas e executados as obras, que obras foram feitas ou que manutenções se fizeram. Está na hora de saber como se aplicaram as […]

J.Carlos Queiroz - 12 Ago 2020

Nada de confusões, o tema é muito do agrado de alguns intelectuais, mas também de quem sempre acha que tem razão e opina mesmo quando ignora o que verdadeiramente está em causa, porém é dever de cidadania abordar questões de interesse geral e que fazem parte do dia a dia do cidadão. Acredito este ano […]


Scroll Up