Fotografia: Avelino Lima

Mais camas e funcionários e maior capacidade de testagem no Hospital de Braga

O Hospital de Braga prepara-se enfrentar o inverno e uma possível segunda vaga de covid-19.

Rita Cunha
10 Set 2020

O Hospital de Braga está a preparar-se para uma possível segunda vaga de covid-19 reforçando não só o número de funcionários e de camas como também melhorando alguns espaços, dotando-os de novos equipamentos, e aumentando a sua capacidade de testagem.

A garantia foi dada pelo administrador, João Porfírio Oliveira, durante o lançamento de uma campanha de sensibilização para o combate à pandemia. «Estamos a preparar em pleno a execução do plano de contingência. Têm existido reuniões com o ACES e a Proteção Civil, mas também dentro do próprio hospital, com grupos de trabalho já implementados», disse.

No que respeita a capacidade de fazer testes à covid-19, esta passará dos atuais 300 diários para mil. Para além disso, haverá um reforço no que respeita o número de profissionais de saúde. No último concurso já houve um aumento de 19 vagas, ao que se juntará um esforço para dotar a medicina intensiva com camas e mais nove funcionários, entre eles enfermeiros e assistentes operacionais.

O responsável adiantou ainda estar prevista a realização de algumas obras que permitirão, até ao final do ano, receber os doentes em melhores condições, concretamente através da instalação de pressões negativas nos quartos de isolamento dos cuidados intensivos.

Neste momento, o Hospital de Braga dispõe de 175 camas para doentes com covid-19, tendo passado a capacidade de 40 para 45 internamentos em cuidados intensivos.
De salientar que, segundo dados revelados ontem, o Hospital de Braga contabiliza um total de 12 infetados com covid-19, encontrando-se um deles internado nos cuidados intensivos.





Notícias relacionadas


Scroll Up