Fotografia: DR

Desaparecimento de duas religiosas preocupa Presidente de Moçambique

Filipe Nyusi visitou o Bispo de Pemba, D. Luiz Lisboa.

Redação
1 Set 2020

O bispo da Diocese de Pemba, D. Luiz Fernando Lisboa, recebeu ontem a visita do Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, que lhe manifestou a sua preocupação pelo desaparecimento de duas religiosas das Irmãs de São José de Chambery, desde o dia 5 de Agosto, quando a vila de Mocímboa da Praia começou a ser atacada por grupos armados.

«O Presidente da República está preocupado com as irmãs, está preocupado com as outras pessoas, tal como nós estamos», afirmou o Bispo de Pemba à Fundação AIS após o encontro com o Chefe de Estado moçambicano.

Segundo D. Luiz Lisboa, «continua a não haver informações sobre as duas religiosas nem sobre as outras pessoas, idosos e crianças, que lá se encontravam».
«Estamos a falar de um grupo de mais de 60 pessoas….», precisou, por telefone, o bispo.

Neste encontro, indicou ainda D. Luíz Lisboa, o Presidente da República de Moçambique mostrou-se também «muito preocupado» com a situação em Cabo Delgado, onde se têm sucedido ataques por grupos terroristas que reivindicam pertencer ao Daesh, o Estado Islâmico, e que continuam a ocupar a zona portuária de Mocímboa da Praia.

A Arquidiocese de Braga está presente numa paróquia da Diocese de Pemba, Santa Cecília de Ocua, com uma equipa de missionários ao abrigo de um acordo de cooperação missionária estabelecido em 2014.

 





Notícias relacionadas


Scroll Up