Fotografia: DM

Aberto concurso para requalificar percurso pedonal da ponte medieval

A obra vai ter lugar entre a ponte medieval, Largo Guilherme Gomes Fernandes, Rua Custódio José Gomes Vilas Boas e Rua Miguel Ângelo.

Redação/Lusa
24 Ago 2020

A Câmara de Barcelos lançou hoje o concurso público para a requalificação do percurso pedonal na zona da ponte medieval, por um valor base de mais de 700 mil euros e um prazo de execução de 10 meses.

Segundo o anúncio publicado hoje em Diário da República, a obra, da responsabilidade da Câmara Municipal de Barcelos, vai ter lugar entre a ponte medieval, Largo Guilherme Gomes Fernandes, Rua Custódio José Gomes Vilas Boas e Rua Miguel Ângelo.

A empreitada conta com trabalhos de estaleiro, trabalhos acessórios e preparatórios, trabalhos de remoção e demolição, pavimentação pedonal, infraestruturas hidráulicas, rede de águas pluviais, pavimentação rodoviária, contentores subterrâneos, infraestruturas elétricas e de comunicação e mobiliário urbano.

O valor base da obra é de 745.700.96 euros.

O início da construção da Ponte Medieval de Barcelos remonta ao século XIV, havendo registo de obras até ao século XVII.

A ponte, erguida sob o rio Cávado, liga Barcelos e Barcelinhos, sendo que o percurso pedonal a requalificar situa-se na união das Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescainha (São Martinho e São Pedro).





Notícias relacionadas


Scroll Up