Fotografia: Jorge Oliveira

Comunidade de Cabreiros convidada a empenhar-se na renovação da Igreja de Cristo

Arcebispo de Braga presidiu à cerimónia dos 50 anos da inauguração da igreja paroquial.

Jorge Oliveira
23 Ago 2020

O Arcebispo Primaz de Braga aproveitou hoje a celebração dos 50 anos da igreja de São Miguel de Cabreiros para convidar a comunidade  paroquial a empenhar-se na «necessária» renovação da Igreja de Cristo, conforme pede o Papa Francisco e tem sido proposto nos últimos anos pela Arquidiocese de Braga, nos seus planos pastorais.

«Esta comunidade paroquial deve aproveitar esta celebração para se interrogar não só por aquilo que construiu, mas sobretudo por aquilo que estamos a construir aqui e agora, nesta circunstância e neste tempo», disse, D. Jorge Ortiga na homilia.

Assim, o prelado espera que a celebração dos 50 anos da igreja de Cabreiros leve esta comunidade paroquial a sentir-se «mais motivada» e disponível para construir a Igreja espiritual, a partir do Evangelho e numa atitude missionária.

«Não basta ser discípulo do Senhor, temos quer ser missionários de Jesus, a renovação da Igreja passa também por aqui, pela tarefa de diariamente construir a Igreja», acrescentou.

A Paróquia de São Miguel de Cabreiros, do Arciprestado de Braga, celebrou hoje solenemente, mas de modo restrito e contido, devido à pandemia de Covid-19, a comemoração dos 50 anos da sagração e inauguração da igreja paroquial.

O pároco de Cabreiros deu graças e louvou o Senhor por todos quantos contribuíram para a construção da igreja e pelos que a têm conservado ao longo deste meio século, sem esquecer os paroquianos que já faleceram e estiveram envolvidos na empreitada. O padre Manuel Pinheiro saudou toda a comunidade paroquial presente bem como os que acompanharam a celebração pela TVI e agradeceu a presença do Arcebispo de Braga nesta celebração jubilar.

«Com ou sem igreja de pedra, somos desde o Baptismo povo de Deus, Igrejas de Cristo, pedras vivas do templo do Senhor assente sobre a rocha e tem Cristo como pedra angular», disse o sacerdote.

O momento ficou ainda marcado pela descerramento de uma placa alusiva à efeméride na parede da igreja.

A cerimónia contou também com a presença do pároco de Cabreiros que esteve na génese da Nova Igreja, o padre Henrique da Costa Macedo, atualmente com 90 anos, bem como do “encarregado da obra”, Abílio Silva, de 81 anos, e do presidente da Junta da União de Freguesias de Cabreiros e Passos S. Julião, José Silva.

A Nova Igreja de Cabreiros foi sagrada e inaugurada em 23 de agosto de 1970 pelo Arcebispo de Braga D. Francisco Maria da Silva.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up