Fotografia: Israel Pinto

Presidente da Junta de Priscos diz-se «triste em ser autarca» depois de novo atentado no rio Este

O grito de revolta de Israel Pinto.

Nuno Cerqueira
18 Jul 2020

«Ser Autarca? Existem dias que me entristece o ser». É desta forma que o presidente da Junta de Priscos, Israel Pinto, reage a mais um atentado no rio Este.

O rio apareceu na zona de Priscos pintado de branco e o autarca revelou o que vai na alma.

«Quem me conhece bem, sabe que todos os dias me dedico à causa para a qual fui eleito. Responsabilizei-me em servir todos os dias, como já o fiz no passado, noutras circunstâncias. Mas, hoje, é mais um daqueles dias que me sinto impotente, triste e incapaz de “proteger” de certa forma a população priscense…um dos nossos bens mais preciosos, o nosso Rio Este, mais uma vez, rompeu o dia num estado deplorável», disse nas redes sociais, numa postagem de revolta que colocou no facebook.

Israel Pinto afirma que «as inúmeras iniciativas públicas, privadas, de associações ou simples grupos de cidadãos, não têm surtido qualquer efeito».

«Dia após dia, irresponsáveis fazem do nosso rio um mero local de descargas constantes de poluentes. Como pôr fim a esta calamidade? Que mais falta fazer? O meu limite de capacidade de absorção da crítica chegou ao fim», frisa, dando nota que vai iniciar uma luta.

«Farei, a partir de hoje, todos, mas mesmo todos, os esforços para que tal não se volte a repetir. Acompanharei as autoridades até aos infractores, denunciarei na comunicação social quem o faz, levarei até às últimas consequências os graves danos causados no ambiente pelos infractores. Contem comigo para vos fazer da vida um inferno, pois é isso que merecem», afirma o autarca de Priscos, pedindo a todos que se «mobilizem nesta causa, pois o rio é de cada um de nós. Se assim não for, não contem comigo».

«Aos infractores, até já. Iniciaremos uma batalha que vos envergonhará por tudo o que têm feito», vaticina.





Notícias relacionadas


Scroll Up