Fotografia: Manchester City

Exclusão do Manchester City das competições europeias anulada pelo TAS

O clube inglês conseguiu reverter a decisão de exclusão das provas europeias nas próximas duas temporadas.

Pedro Vieira da Silva / Lusa
13 Jul 2020

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) anulou a exclusão por dois anos das competições europeias de futebol imposta pela UEFA ao Manchester City, por violação das regras do fair-play financeiro, anunciou hoje a mais alta instância jurisdicional desportiva.

«O Manchester City não dissimulou os seus contratos de patrocínio, mas falhou em cooperar com a UEFA», decidiu o TAS, cujo painel composto por três juízes deu provimento parcial ao recurso interposto pelo Manchester City.

O campeão inglês nas duas últimas épocas foi condenado ao pagamento de uma multa no valor de 10 milhões de euros, motivada pela falta de cooperação com a investigação da UEFA, mas conseguiu reverter a decisão mais gravosa, de exclusão das provas europeias nas próximas duas temporadas.

A UEFA tinha excluído em fevereiro o clube por «quebras significativas» das regras do fair-play financeiro, estabelecidas pelo organismo de cúpula do futebol europeu, nomeadamente, através da sobrevalorização de receitas de patrocínios entre 2012 e 2016.





Notícias relacionadas


Scroll Up