Fotografia: Vieiradominho.tv

Bombeiros de Vieira do Minho querem reforçar estrutura financeira

Nova Direção da Associação Humanitária tomou hoje posse nas instalações do quartel

Jorge Oliveira
12 Jul 2020

Tentar reforçar a estrutura financeira e melhorar as condições do corpo ativo da Instituição são alguns dos principais objetivos dos novos órgãos sociais da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho que tomaram hoje posse para o triénio 2020/2022.

Em declarações ao Diário do Minho, à margem da sessão, o novo presidente da Direção, Carlos Branco, referiu que é preciso reforçar a estrutura financeira da Associação porque há um «défice» que resulta de um «prejuízo acumulado de várias direções» e deixa esta direção «sem margem» financeira para poder «gerir convenientemente» o dia a dia da Instituição.

Ciente dos «constrangimentos financeiros» que vão existir nos próximo tempos, o dirigente acredita que será possível ultrapassar essa e outras preocupações com a colaboração e apoio de todos os dirigentes, bombeiros, associados, comunidade e entidades públicas e privadas.

Neste mandato, a nova direção pretende ainda melhorar as condições e reforçar a equipa do corpo ativo que é constituída atualmente por cerca de meia centenas de efetivos.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up