Fotografia: Ana Marques Pinheiro

Igreja pede que não se perca sentido religioso do Bom Jesus

Celebração do primeiro aniversário do Santuário do Bom Jesus como Património Mundial e quinto aniversário de elevação a Basílica.

Ana Marques Pinheiro
5 Jul 2020

Celebrou-se hoje no Bom Jesus do Monte o 5.º aniversário de elevação a Basílica.

A cerimónia, que foi presidida pelo Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga, contou ainda com a inclusão de novos Irmãos da Confraria do Bom Jesus. Com acesso limitado de lugares, a Basílica teve a presença de várias entidades da cidade de Braga para assinalar a data.

D. Jorge Ortiga começou explicar que a cerimónia marca o primeiro aniversário da integração do Santuário na Lista do Património Mundial da UNESCO e, ao mesmo tempo, «a graça que o Papa Francisco concedeu de elevar a Basílica». «É muito pouco tempo em comparação com a história que aqui podemos viver», afirmou D. Jorge Ortiga.

O Arcebispo convidou os presentes a olhar para as suas responsabilidades no Santuário. «Temos de procurar dar prioridade à Basílica e ao património edificado. Dar prioridade ao religioso sobre o turístico. Queremos que seja uma estância aberta, acolhedora mas que nunca seja capaz de trair a sua identidade de um santuário religioso. Nunca nos desfoquemos do essencial», destacou o prelado.

D. Jorge Ortiga referiu que o Santuário se deve tornar numa mensagem que fale «da bondade de Deus». 





Notícias relacionadas


Scroll Up