Fotografia: DR

Guimarães celebra a origem de Portugal para preservar a Memória Histórica

Dia um de Portugal.

Redação
25 Jun 2020

Guimarães celebrou o dia um de Portugal numa sessão solene do 24 de junho emcontou com a presença da Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural, Ângela Ferreira. Distinção a Profissionais de Saúde, Voluntários e ainda Profissionais dos Serviços Essenciais que estiveram na linha da frente no combate à covid-19.

O presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, sublinhou a vontade expressa de assinalar o dia 24 de Junho como o primeiro dia da Nação de Portugal, com uma mensagem ao país.

«A Cultura em Guimarães é feita de pessoas que valorizam o seu passado, mas que não abdicam de um olhar mais distante, em busca de outras formas de olhar a realidade«, salientou Domingos Bragança na sua intervenção.

«De Guimarães, que sempre celebrou o espírito da Batalha de São Mamede, incito os Portugueses a exaltar connosco o legado da ‘Primeira Tarde Portuguesa’ e da sua mensagem primordial: com união e compromisso coletivo foi possível gerar um país; com a mesma união e compromisso seremos capazes de enfrentar e vencer os novos desafios, como em tantos outros momentos destes quase 900 anos de história, proclamando, uma vez mais, a nossa capacidade para decidir que futuro queremos e que território legaremos aos vindouros», constatou ainda Domingos Bragança.

A secretária de Estado Adjunto e do Património Cultural, Ângela Ferreira, realçou a importância da comemoração da Batalha de S. Mamede a nível nacional.

«O 24 de junho de 1128 é uma data fundamental no nascimento de Portugal» e expressou ainda que «este é o momento solene que assinala a primeira tarde portuguesa, que deixou um legado ao qual chamamos país».

No âmbito da importância em assinalar esta data, Ângela Ferreira constatou ainda: «o que somos começou há exatamente 892 anos, aqui mesmo em Guimarães».





Notícias relacionadas


Scroll Up