Fotografia: Governo de Portugal

«Estou seguro que vamos ser o principal produtor de máscaras»

Diz o secretário de Estado Adjunto e da Economia, João Neves.

Pedro Vieira da Silva / Lusa
23 Jun 2020

O secretário de Estado Adjunto e da Economia, João Neves, afirmou hoje estar seguro “neste momento” que Portugal vai ser “o principal produtor de máscaras a nível europeu” para o futuro.

João Neves falava na comissão parlamentar de Economia e Finanças, no âmbito de uma audição dos secretários de Estado do Ministério da Economia e da Transição Digital sobre Orçamento do Estado Suplementar para 2020.

“Estou seguro neste momento que nós vamos ser o principal produtor de máscaras a nível europeu para o futuro”, salientou o governante, apontando tratar-se de “máscaras mais sofisticadas”.

“Estou seguro pelos investimentos que nós já fizemos” e que “vamos manter para o futuro”, acrescentou.

Na audição, o secretário de Estado Adjunto e da Economia referiu que na segunda-feira tinha tido a “oportunidade de ver” com o ministro do Planeamento um investimento de “12 milhões de euros de uma empresa internacional” em Portugal que permite fazer 12 milhões de máscaras profissionais “a partir daqui para as necessidades do Serviço Nacional de Saúde e para exportação”.





Notícias relacionadas


Scroll Up