Fotografia: Nuno Cerqueira

Gangue do alcatrão apanhado pela GNR com máquina furtada em Madrid

Em Esposende.

Nuno Cerqueira
19 Jun 2020

A GNR de Esposende recuperou naquele concelho uma máquina “bobcat” e constituiu arguido seis indivíduos, todos com nacionalidade estrangeira, nomeadamente polacos, irlandeses e espanhóis por suspeita de alegada burla.

Segundo apurou este jornal, a situação ocorreu em Esposende, quando este grupo, conhecido como “gangue do alcatrão” abordou um indivíduo com o intuito de alcatroar um pavilhão exterior a custos baixos.

Ora, o barato começou a sair caro e o referido gangue, visualmente “corpulento”, começou a exigir mais dinheiro ao proprietário do referido pavilhão.

É aqui que a pronta ação da GNR consegue alcançar os indivíduos, que foram todos identificados e constituídos arguidos.

«Na posse destes estava uma máquina “bobcat”, que os militares da GNR vieram a verificar que tinha sido furtada em Espanha, nomeadamente em Madrid», referiu a este jornal fonte da GNR.

O gangue é conhecido das autoridades e atua em toda Europa. Em Portugal, nomeadamente em fevereiro de 2017, viram alguns dos membros ficar em prisão preventiva e outros extraditados.

O esquema da burla consiste em disponibilizar serviços de pavimentação a custos reduzidos, com alcatrão excedente de obras anteriores, dispondo-se a cobrar apenas o valor da mão-de-obra.

De acordo com a GNR, feito o alegado negócio, e perante um aparato simulado que envolvia máquinas de construção no terreno onde seriam feitas as obras, as vítimas eram coagidas a pagar o serviço muito acima do valor acordado.





Notícias relacionadas


Scroll Up