Fotografia: DR

Situação a piorar globalmente apesar de progressos na Europa – OMS

Diretor geral da OMS afirmou que instituição é contra qualquer forma de racismo, mas recomendou que em qualquer manifestação se “proteste de forma segura”, sempre com um metro de distância e usando máscara facial.

Redação/Lusa
9 Jun 2020

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou hoje que a pandemia da covid-19 está a piorar no mundo apesar de progressos na Europa, indicando que há quase sete milhões de pessoas infetadas.

Na conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia, a partir da sede da organização, em Genebra, o diretor geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, notou que o contágio com o novo coronavírus “está a melhorar na Europa, mas globalmente está a piorar”.

“Quase sete milhões de casos e quase 400 mil mortes” é o balanço global, mas em nove dos 10 dias mais recentes tem havido “mais de 100 mil novos casos”, com o número diário mais alto de novas infeções – 136 mil – atingido no domingo.

Cerca de três quartos dos novos casos concentram-se em dez países, “principalmente na América e no sul da Ásia”.

Em vários países europeus, registam-se “sinais positivos” mas “a maior ameaça é a complacência”, indicou Tedros Ghebreysesus, salientando que é preciso “vigilância ativa em encontros com grande número de pessoas” como as manifestações contra o racismo que se têm realizado nos Estados Unidos e outros países, incluindo Portugal, motivadas pela morte do norte-americano George Floyd às mãos da polícia da cidade de Minneapolis.





Notícias relacionadas


Scroll Up