Fotografia: GNR

Operação leva à apreensão de 70 mil cigarros de contrabando na A3

Porto / Braga.

Nuno Cerqueira
3 Jun 2020

A Unidade de Ação Fiscal da GNR apreendeu 70 mil cigarros de contrabando durante uma operação numa área de serviço da A3, a autoestrada que liga Porto a Braga, informou hoje aquela força policial.

«No âmbito de uma ação de fiscalização e controlo de circulação de mercadorias, os militares da Guarda abordaram dois veículos que faziam o transporte de vários maços de tabaco sem ostentar a estampilha fiscal exigida para comercialização em território nacional», começa por referir a GNR.

Os condutores, dois homens, de 45 e 61 anos, não se faziam acompanhar de qualquer documentação comercial ou aduaneira comprovativa do pagamento do Imposto Especial sobre o Consumo (IT) e IVA, «o que culminou na apreensão do tabaco que transportavam e na elaboração de dois autos de contraordenação aduaneira por introdução irregular no consumo», destaca a GNR.

«Caso a mercadoria tivesse sido introduzida no consumo através dos circuitos comerciais marginais, o tabaco apreendido teria causado um prejuízo ao Estado, em sede de Imposto de Transações e de IVA, num valor aproximado de 16 mil euros», aponta esta autoridade, num comunicado em que precisa que a apreensão ocorreu na quarta-feira na área de serviço de Coronado, na zona da Trofa, distrito do Porto.

 





Notícias relacionadas


Scroll Up