Fotografia: CRAV
CRAV fica no principal escalão de râguebi e Braga também não desce

FPR.

Nuno Cerqueira / Redação
2 Jun 2020

Os campeonatos nacionais de seniores de râguebi foram hoje dados como concluídos sem campeão, subidas ou descidas de divisão, devido à pandemia de covid-19, anunciou a Federação Portuguesa de Rugby (FPR).

Desta forma o Clube Râguebi dos Arcos de Valdevez (CRAV) fica na divisão principal (Honra) desta modalidade, quando atualmente ocupava penúltimo lugar do grupo de manutenção. O Braga Rugby, último da Divisão I (equivalente a uma segunda divisão) também não desce, assim com o Guimarães RUFC que se vai manter neste escalão onde ocupava o sétimo lugar (em 10 equipas).

Em comunicado, a FPR reafirma que «não estão reunidas as condições para o regresso à competição», justificando, desta forma, a decisão aprovada em reunião de direção do organismo.

«A FPR e os clubes tudo fizeram para criar as condições ideais por forma a que os treinos e competições pudessem regressar de forma normal e assim ser concluída a época. A presente realidade e as especificidades do râguebi levam a direção a concluir que as condições ideais de treino necessárias à preparação dos atletas não poderão ser implementadas a tempo de concluir a época desportiva 2019/20», explica o documento.

No momento em que a FPR suspendeu provisoriamente todas as competições, em 11 de março, o primeiro lugar da Divisão de Honra (primeiro escalão competitivo) era ocupado pelo CF Belenenses

No ‘grupo da manutenção’, o CR Arcos de Valdevez e o Lousã ocupavam as duas últimas posições, enquanto a I Divisão (segundo patamar competitivo) era liderada pelo CR São Miguel, seguido do CR Évora. O Braga

A FPR cancelou definitivamente, em 10 de abril, todas as competições dos escalões de formação e femininos, deixando em aberto a possibilidade de concluir apenas os campeonatos nacionais de seniores masculinos.

 





Notícias relacionadas


Scroll Up