Fotografia: DR

Santuário da Senhora da Saúde reabre portas aos peregrinos

Templo da paróquia de Laúndos, Póvoa de Varzim, aberto de segunda a sábado

Jorge Oliveira
31 Mai 2020

O paróco de Laúndos convidou os peregrinos a deslocaram-se ao santuário de Nossa Senhora da Saúde durante esta e as próximas semanas, dada a impossibilidade da realização hoje da grandiosa peregrinação arciprestal naquele santuário mariano do arciprestado de Póvoa de Varzim/Vila do Conde.

Numa mensagem online, o padre Guilherme Peixoto não esconde a sua tristeza por este ano não haver condições para receber os milhares de peregrinos como é habitual no último domingo de maio, mas referiu que primeiro está a saúde e a segurança de todos.

«É estranho estar tudo vazio, não há teste de som, não há tapetes floridos, a igreja e o terreiro estão vazios, mas este domingo vai estar cheio com a oração de todos os devotos da Senhora da Saúde», disse o sacerdote a partir da igreja do santuário, em Laúndos, reforçando o seu apelo para que todos ficassem em casa.

Em muitas paróquias, as igrejas reabriram este fim de semana para as celebrações comunitárias, mediante a cumprimentos de várias medidas de prevenção e proteção, mas no santuário de Laúndos, referiu pároco, não era possível acomodar 20, 30 ou 40 mil pessoas.

Assim, o sacerdote convidou os peregrinos a assistirem à Eucaristia transmitida hoje em direto desde o santuário e a passarem pela “casa” de Nossa Senhora da Saúde durante o mês de junho, com entradas limitadas aos lugares disponíveis, de modo a que a distância social, bem como as normas de segurança e higiene, sejam cumpridas.

As portas da igreja estão abertas de segunda a sábado, das 14h30 às 18h00.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up