Fotografia: DR

Santa Clara dispensa “guerreiro” Schettine de treinos, jogos e outras atividades

Futebol.

Redação / NC
26 Mai 2020

Guilherme Schettine foi dispensado de participar em treinos e jogos do Santa Clara da I Liga de futebol até ao final do mês, altura em que termina o contrato do avançado brasileiro.

«A Santa Clara Açores, Futebol SAD informa que chegou a acordo com o atleta Guilherme Schettine Guimarães para a dispensa de participação em treinos, jogos e outras atividades previstas no contrato em vigor com término no final do mês», avançou hoje o Santa Clara em comunicado de imprensa.

O clube acrescenta que o atleta de 24 anos «já não acompanhará a comitiva na deslocação para Lisboa, agendada para a próxima sexta-feira, dia 29 de maio», uma vez que os açorianos irão disputar o resto da I Liga como visitados na Cidade do Futebol, devido à covid-19.

Depois de ter conquistado a titularidade no decorrer da época (quinze jogos, três golos), Schettine foi afastado das opções de João Henriques em fevereiro.

Segundo foi veiculado na altura, o jogador foi afastado do plantel dos açorianos por se ter recusado a renovar contrato, já tendo um acordo para representar o SC Braga na temporada 2020/21, uma informação que nunca foi confirmada pelo Santa Clara.

No último mercado de transferências de verão, em agosto de 2019, a possível ida de Schettine para o Braga levou a uma troca de acusações entre os clubes.

Na altura, os minhotos acusaram o Santa Clara de querer favorecer o Benfica no negócio e os açorianos criticaram a abordagem direta ao jogador feita pelo SC Braga (ver aqui).

Entretanto, já em finais de abril, o jogador terá mesmo acertado tudo com o SC Braga, como referiu o empresário do jogador (ver aqui).

Schettine chegou ao Santa Clara em 2016/17, por empréstimo do Atlético Paranense do Brasil, sendo que nas épocas seguintes representou o Al-Batin (Arábia Saudita) e o Dibba Al Fujairah (Emirados Árabes Unidos).

Em 2018/19, regressou ao Santa Clara, tendo feito, no total das três épocas, 58 jogos e marcado sete golos na I Liga de futebol, que fazem dele o melhor marcador de sempre dos açorianos no principal escalão do futebol nacional.

 





Notícias relacionadas


Scroll Up