Fotografia: Cedidas ao Diário do Minho pelo proprietário

Lobos voltam atacar e a matar em Vila Verde

Em Mixões da Serra.

Nuno Cerqueira
17 Mai 2020

Os lobos regressaram a Mixões da Serra, em Vila Verde, e mataram um burro de um criador local este fim de semana, que, aliás, o tinha comprado recentemente por 1500 euros.

Este, de fato, foi o segundo ataque este ano no mesmo local (ver aqui), na zona que dista a poucos quilómetro do Parque Nacional da Peneda Gerês (PNPG).

«Foi de manhã, a dez metros de habitação, os lobos voltaram a atacar matando mais um burro mirandês. Os lobos nesta região tem devastado os equídeos e também há de uma vaca morta e comida pelo lobo há pouco tempo atrás», refere Mário Abreu.

O criador de burros mirandeses, que está a investir na criação, afirma que «o lobo aproximasse cada vez mais das habitações e a população receia ataque a algum habitante».

Recorde que, de fato, em fevereiro o ataque matou dois burros e feriu um terceiro.

«Em junho de 2019 um outro ataque terá feito desaparecer um outro burro», disse Mário Abreu.

«Eles estavam num terreno, à beira da estrada. Eram quase uma atração aqui da terra, pois os turistas passavam e fotografavam os animais. Eram muito dóceis», acrescentou Mário Abreu.

Assim sendo, dois elementos do PNPG, afetos ao ICNF, estiveram no local com o intuito de fazer o registo do ataque.

Segundo informações do CIBRG da Universidade do Porto, ao que tudo indica, os lobos desta zona fazem parte de duas alcateias não acompanhadas.

«Uma de Vila Verde e outra da Serra Amarela que ocupa a área entre Ponte da Barca e Terras de Bouro», afirmam.





Notícias relacionadas


Scroll Up