Fotografia:

Hugo Lloris disposto a jogar sem adeptos para ‘salvar’ o futebol

O guarda-redes internacional francês Hugo Lloris, do Tottenham, defende que a competição regresse sem adeptos, se isso “ajudar” a salvar o futebol, em plena crise financeira devido à pandemia da covid-19. «Se tivermos que jogar à porta fechada por um longo período, de modo a salvarmos o futebol, então teremos que fazê-lo”, defendeu o jogador […]

Redação / Lusa
17 Mai 2020

O guarda-redes internacional francês Hugo Lloris, do Tottenham, defende que a competição regresse sem adeptos, se isso “ajudar” a salvar o futebol, em plena crise financeira devido à pandemia da covid-19.

«Se tivermos que jogar à porta fechada por um longo período, de modo a salvarmos o futebol, então teremos que fazê-lo”, defendeu o jogador campeão mundial pela França e titular do Tottenham, de José Mourinho.

A Liga inglesa tem a expectativa de regressar, após a suspensão em março devido ao novo coronavírus, mas num cenário em que os estádios devem estar vazios, à semelhança do que acontece na Alemanha, que no sábado regressou.

Em entrevista ao jornal francês Nice-Matin, o guarda-redes, de 33 anos, considera importante um regresso e revelou que, no cenário atual, tem treinado em horários diferentes, num esquema para cada jogador.

«Às vezes, passamos uns pelos outros, mas à distância», disse, acrescentando que estes novos tempos o fazem lembrar o início, em criança, quando os avós o deixavam já equipado à entrada do treino.





Notícias relacionadas


Scroll Up