Fotografia: DR

Quem chegar primeiro aos museus de Braga e Guimarães no dia 18 leva uma “oferta”

Mosteiro de Tibães, Museu D. Diogo de Sousa, Museu dos Biscainhos, Museu de Alberto Sampaio e Paço dos Duques.

Nuno Cerqueira
13 Mai 2020

É já no dia 18 de maio que o Dia Internacional dos Museus é celebrado, data que coincidindo com a reabertura dos museus sob tutela da Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN), após encerramento temporário ao público em contexto de estado de emergência e de contingência por força da pandemia Covid-19.

Para assinalar a data, e o simbolismo da ocasião, foi determinada a gratuitidade de entrada em todos os Museus, que nos casos de Braga e Guimarães correspondem, respetivamente,  ao Mosteiro de Tibães (aberto desde o dia 5 de maio para passear na cerca) / Museu D. Diogo de Sousa / Museu dos Biscainhos e Museu de Alberto Sampaio / Paço dos Duques.

O Dia Internacional dos Museus foi criado, em 1977, pelo ICOM – Conselho Internacional de Museus, no sentido de contribuir, junto da sociedade, para uma reflexão sobre o papel dos Museus no seu desenvolvimento.

A DRCNorte e os museus afetos irão celebrar a efeméride, através de diversas iniciativas online, mas também convidando os visitantes a regressar aos museus.

«Assim, o primeiro visitante de cada museu será presenteado com uma oferta que se traduz num gesto simbólico de boas-vindas», destaca a DRCN, que respeitando as orientações gerais da Direção Geral de Saúde e as normas específicas determinadas por cada museu, recorda que «os visitantes devem cumprir as regras de distanciamento social (distância mínima de dois metros lineares para qualquer outra pessoa que não seja sua convivente), e etiqueta respiratória, sendo obrigatório o uso de máscara».





Notícias relacionadas


Scroll Up