Fotografia: ACES Braga

ACES Braga implementa medidas para consultas em total segurança

Cada utente passa a receber uma máscara à entrada do Centro de Saúde

Joaquim Martins Fernandes
11 Mai 2020

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES( de Braga implementou um conjunto de medidas para garantir «total segurança» às consultas presenciais.

A meta é que, no curto prazo, metade das consultas sejam no centro de saúde e se aumentem as consultas no domicílio para doentes de risco.

O dirtetor-executivo do ACES, Domingos Sousa, aponta como meta de curto prazo os 50 por cento das consultas totais.

«Embora o ACES tenha aumentado as consultas totais em 4 por cento, através de um incremento das consultas à distância, queremos retomar as consultas presenciais. O Plano de Retoma prevê que 50 por cento do total das consultas sejam feitas de forma presencial», disse aso Diário do Minho Domingos Sousa, acrescentando que «a retoma da atividade assistencial presencial está a ser progressiva, consistente e segura para profissionais e utentes».

Entre os objetivos centrais do ACES está ainda o reforço da vigilância no domicílio dos utentes vulneráveis e a identificação de quem necessita de consulta presencial por descontrolo da doença ou impossibilidade de teleconsulta.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up