Fotografia: DM

Pagamento do ‘lay-off’ simplificado já chegou a 64.500 empresas

O ‘lay-off’ simplificado foi uma das medidas tomadas pelo Governo para mitigar o impacto do combate ao surto de covid-19 na economia, na tesouraria das empresas e no rendimento das famílias.

Redação / Lusa
5 Mai 2020

Cerca de 64.500 empresas receberam o pagamento dos pedidos de ‘lay-off’, num total de 190 milhões de euros, informou hoje o Ministério do Trabalho, indicando que o prazo médio de deferimento dos pedidos é de 16 dias.

Em comunicado, o ministério tutelado por Ana Mendes Godinho refere que o pagamento da medida extraordinária de apoio à manutenção dos contratos de trabalho (habitualmente designada por ‘lay-off’ simplificado) já foi feito a um total de 64.500 empresas, abrangendo 492 mil trabalhadores.

«O prazo médio de deferimento deste apoio é de 16 dias», acentua o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, adiantando que, até ao momento, foram pagos cerca de 190 milhões de euros.

 

 

O comunicado indica também que, somando os apoios à redução da atividade dos trabalhadores independentes, o apoio excecional à família, as baixas por isolamento profilático e as prorrogações extraordinárias das prestações de desemprego ou RSI, o total já pago ascende a 257 milhões de euros, abrangendo 98 mil empresas e um total de 781 mil trabalhadores.

O Ministério reitera que até final da primeira quinzena de maio, a Segurança Social irá proceder ao pagamento de todos os pedidos aprovados que deram entrada até dia 30 de abril.





Notícias relacionadas


Scroll Up