Fotografia: Nuno Cerqueira

Hospital de Fão com piso preparado para infetados Covid-19

Esposende.

Nuno Cerqueira
27 Abr 2020

O Hospital da Santa Casa da Misericórdia de Fão (SCMF) preparou um piso para absorver eventuais doentes infetados com covid-19 da secular instituição. Consciente dos problemas que a pandemia pode ainda trazer, a provedora Raquel Vale garante que até ao momento nenhum utente do lar apresenta sintomas do novo coronavírus, assim como os colaboradores que testaram todos negativo.

«Fizemos o rastreio a todos os colaboradores da SCMF e todos testaram negativo. Vamos agora avançar para os utentes do lar. À partida, e como os colaboradores desta casa acusaram negativo aos covid-19, acreditamos que tudo esta bem com os nossos 91 utentes. Não queremos perder ninguém nessa luta e temos um plano contingência especial para o nosso lar», frisa a provedora.

Para já a realidade é fria. A faturação dos SCMF desceu de forma abrupta e Raquel Vale não esconde dificuldades.

«Não é a parte social que dá oxigénio para as nossas contas, ajuda mas não é suficiente. Por exemplo, desde o dia 16 março que não temos cirurgias no nosso hospital. Não há internamentos de clientes das cirurgias ou consultas a tempos e horas, ou seja, são todos aqueles protocolos que temos com o SNS que estão sem funcionar», frisa.

A provedora admite que até podia recorrer ao layoff, mas não avança até porque, e como justifica, o Hospital de Fão é de primeira linha.

«Temos que estar abertos para tratar da nossa comunidade. Apesar de não sermos um organismo de saúde público, estamos conscientes que vamos ter que estar com Estado nesta luta. Encerrar está fora das nossas previsões, até porque temos a urgência a funcionar 24 sobre 24 horas, que no concelho só o nosso hospital faz», afirma a provedora.

 





Notícias relacionadas


Scroll Up