Fotografia: DR

Papa alerta para a destruição da natureza

Francisco associa-se à celebração do Dia da Terra com mensagem ecológica

Redação/Ecclesia
22 Abr 2020

O Papa Francisco alertou hoje, Dia da Terra, para a destruição da natureza e o perigo que essa devastação representa para a humanidade, durante a audiência geral, com transmissão online, desde a biblioteca do Palácio Apostólico do Vaticano.

O Santo Padre apontou o Dia da Terra, criado há 50 anos, como uma «oportunidade para renovar o nosso compromisso de amar a nossa casa comum e tomar conta dela, dos membros mais frágeis da nossa família».

Francisco aludiu ainda à «trágica pandemia» de Covid-19 para sublinhar que os desafios globais exigem uma resposta conjunta, atenta aos mais fracos.

«Apenas se estivermos unidos, tomando conta uns dos outros, poderemos superar os atuais desafios globais e cumprir a vontade de Deus, que quer que todos os seus filhos vivam em comunhão e prosperidade», declarou.

O Papa uniu-se à maratona virtual que visa assinalar o Dia da Terra, este ano dedicado às alterações climáticas.

O Dia Mundial da Terra foi organizado pela primeira vez em 22 de abril de 1970, pelo movimento ambientalista Earth Day Network, e reconhecido pela ONU em 2009. Atualmente conta com a adesão de 193 países, comprometidos em promover a democracia ambiental em todos os níveis.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up