Fotografia: Arquivo DM

Hotel do Sameiro passa a retaguarda dos hospitais do distrito de Braga

Unidade hoteleira foi cedida gratuitamente pela Arquidiocese de Braga à Comissão Distrital da Proteção Civil

Joaquim Martins Fernandes
21 Abr 2020

O hotel João Paulo II, no santuário do Sameiro, em Braga, deverá acolher amanhã os primeiros doentes com Covid-19 que tenham alta dos hospitais do distrito de Braga, mas que continuem com necessidade de cuidados de saúde especiais.

A revelação foi feita hoje pelo presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil. Miguel Costa Gomes, que também é presidente da Câmara Municipal de Barcelos, vincou que a cedência da unidade hoteleira foi feita a título gratuito pela Arquidiocese de Braga e antecipou que os primeiros seis doentes deverão chegar do Hospital de Braga.

Falando através de uma videoconferência, o presidente da Comissão Distrital da Proteção Civil garantiu que o hotel João Paulo II «já está devidamente desinfetado e deverá iniciar sua atividade amanhã ou depois de amanhã [quinta-feira] como unidade de retaguarda dos hospitais dos distrito».

Miguel Costa Gomes sublinhou que a unidade hoteleira vai dar resposta generalizada «a nível distrital», mas também «acolher doentes com Covid-19 que tenham alta hospitalar, mas que continuem a precisar de uma retaguarda, por causa de outras patologias».

Os números avançados pelo também presidente da Câmara Municipal de Barcelos apontam para a utilização de 90 quartos para doentes Covid, sendo que em alguns vão ser instaladas duas camas, «mas com a garantia de uma distância de segurança».

O líder da Comissão Distrital da Proteção Civil disse que também vão estar disponíveis «19 camas articuladas, em cinso espaços distintos», para doentes com necessidades especiais.
[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up