Fotografia: DM

Câmara admite comprar equipamento para assegurar acesso ao ensino à distância

Maioria chumbou proposta do PS para empréstimo de material a alunos carenciados

Jorge Oliveira
20 Abr 2020

Ricardo Rio assegurou hoje que a câmara de Braga está a «fazer tudo» no sentido de suprir as carências a nível de equipamentos e serviços para que todos os alunos do concelho possam ter acesso ao ensino à distância enquanto as escolas se mantiverem fechadas por causa da pandemia.

O autarca deixou esta garantia na reunião do executivo, realizou por videoconferência, depois da maioria ter chumbado uma proposta do PS no sentido de a Câmara de Braga ceder, a título de empréstimo, a alunos e professores em «comprovada e justificada situação de carência económica», meios tecnológicos como tablets, computadores, câmaras, microfones, routers, entre outros, em articulação com os Agrupamentos.

Atualmente, cerca de 2500 alunos (crianças e jovens) estão ou sem equipamentos ou ligação à internet. «Dois terços não têm equipamento e um terço tem equipamento mas não tem acesso à interne», precisou o edil, reconhecendo que este é «um universo muito alargado que requer um esforço acrescido para que essa lacuna seja suprida».

Ricardo Rio garantiu que se depois de todas as ações que estão no terreno envolvendo os agrupamentos, as juntas de freguesia e a sociedade civil ainda houver alunos sem equipamentos e acesso à internet, a própria Câmara fará um investimento de aquisição desse material, mesmo que não venha a ser ressarcida pelo Governo.

O PS criticou o executivo por não partir de imediato para a aquisição do equipamento necessário e lamentou que a sua proposta tenha sido chumbada, alegadamente por razões de ordem partidária.

 





Notícias relacionadas


Scroll Up