Fotografia: Nuno Cerqueira

Utentes do Lar do Trabalhador em Prado mudados para o Centro Comunitário da CVP

Covid-19 em Vila Verde.

Nuno Cerqueira
18 Abr 2020

Os utentes do Lar do Trabalhador, na Vila de Prado, foram evacuados hoje, durante a tarde, para o edifício do Centro Comunitário da CVP de Braga situada na avenida do Cávado em Prado.

A situação ficou assim resolvida, depois dos os utentes e funcionários do Lar de Trabalhador terem acusado positivo a Covid-19, havendo mesmo o registo de uma vítima mortal.

A operação, diligenciada pela Câmara de Vila Verde, em estreita colaboração com várias instituições, como Segurança Social, delegado de Saúde, CVP, GNR e bombeiros, foi coordenado pelo comandante em funções dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde, Luís Morais, e teve o apoio das corporações dos Bombeiros Voluntários de Vizela, Fafe, Póvoa de Lanhoso, Famalicenses e Riba d’Ave.

O presidente da Câmara de Vila Verde afirmou a este jornal que «mais uma vez a autarquia assumiu uma situação delicada em prol dos cidadãos e, em particular, dos utentes e funcionário do lar».

«Vamos colocar estas pessoas no centro comunitário da CVP. Quando testarem negativo, regressam ao lar de origem, isto depois da desinfeção que ali vamos realizar», disse António Vilela, referindo que o espaço do centro comunitário já estava identificado com apoio de retaguarda.

«Há aqui a colaboração da CVP, que vão apoiar com funcionário e que vamos ajudar. Um espaço novo ao lado do Centro de Saúde», apontou o edil.

 

 





Notícias relacionadas


Scroll Up