Fotografia: Ana Marques Pinheiro

«Lamento profundamente que ainda não tenham consciência do perigo»

Residentes da freguesia de Martim deram a cruz a beijar na Páscoa.

Ana Marques Pinheiro
16 Abr 2020

O presidente de Barcelos, em conferência de imprensa, referiu o «pequeno incidente de iniciativa de um casal» que foi para o espaço público a dar a beijar a cruz, na freguesia de Martim.

«Lamento profundamente que ainda não tenham consciência do perigo e que o contacto é a fonte de transmissão da doença. As pessoas já foram identificadas e agora é uma questão de justiça», explicou.

Miguel Costa Gomes evidenciou que a iniciativa nada teve a ver com a Junta de Freguesia de Martim nem com a Paróquia de Martim. 

«Foi apenas uma iniciativa de cidadãos sem responsabilidade na Igreja e que foram levados pela emoção católica», manifestou.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up