Fotografia: DR

Federação mantém datas da Volta a Portugal

Delmino Pereira prefere aguardar evolução da pandemia para, eventualmente, adiar prova.

Lusa
15 Abr 2020

Não há de momento «nenhuma razão» para alterar as datas da Volta a Portugal, marcada entre 29 de julho e 11 de agosto, ainda que tal possa acontecer, disse hoje à Lusa o presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo.

Segundo Delmino Pereira, este «evento âncora do ciclismo nacional mantém-se na data prevista», mas o «ajustamento internacional», hoje ditado pela União Ciclista Internacional (UCI), e «o evoluir da pandemia» de covid-19 podem levar a organização, a Podium, e a Federação a acordar «as medidas adequadas».

«O mais importante, neste momento, é assegurar a sua realização. É fundamental para a sobrevivência do ciclismo profissional e toda a estrutura que temos em Portugal», ressalvou.

A UCI decidiu hoje prolongar a suspensão do calendário velocipédico para todas as provas até 01 de julho e para provas WorldTour até 01 de agosto, o que adiou também a Volta a França (29 de agosto a 20 de setembro) e a Volta a Itália e Volta a Espanha, para depois dos Mundiais de estrada, de 20 a 27 de setembro na Suíça.





Notícias relacionadas


Scroll Up