Espaço do Diário do Minho

Aniversário em tempo de pandemia

15 Abr 2020
Damião Pereira

O Diário do Minho faz hoje 101 anos. É uma idade bonita. E não fossem as medidas de constrangimento a que estamos sujeitos, estaríamos agora, todos juntos, a celebrar o aniversário do nosso jornal. Na certeza de que o futuro que temos pela frente há de ser duradouro. Assim o esperamos. É nisso que temos que acreditar.

Sim, hoje celebramos o nosso 101.º aniversário. Não são os anos que nos pesam. Sentimo-nos com força para continuar a chegar diariamente a quem gostamos de fazer companhia. Por isso, não paramos nestes tempos difíceis e agradecemos a quem acredita em todos aqueles que fazem do nosso jornal um órgão de comunicação em que se pode confiar.

Somos um jornal regional, de inspiração cristã. Sabemos bem a responsabilidade que isso acarreta. E não deixamos os nossos créditos por mãos alheias. Prova disso, é o trabalho que apresentamos todos os dias, onde os 24 concelhos que compõem a região do Minho são quase sempre notícia. É verdade que nestes tempos de pandemia, não é fácil fazer com que outro assunto ocupe as páginas do nosso jornal. Mas até isso vamos tentando contrariar. Temos lutado por sermos imprescindíveis. Porque sabemos que temos o dever de informar. Porque sabemos que todos têm o direito de ser informados. E porque a democracia assim o exige, também o Estado tem a sua quota parte de obrigação na manutenção dos apoios que deve dar à Imprensa Regional. Para que não morra, já que o “soro” administrado por assinantes e anunciantes corre cada vez com menos força e em menor abundância.

A importância que temos para as comunidades onde estamos inseridos não nos passa ao lado, nem deveria passar ao lado a quem tutela a comunicação social. Não precisamos apenas de incentivos verbais. Não precisamos de palmadinhas nas costas nem de elogios. Precisamos que olhem pelo futuro da Imprensa Regional e Local, porque entendemos que somos fundamentais.

Sabemos que hoje os jornais não se podem ficar apenas pela edição impressa. Têm que procurar outros meios de subsistência. Na parte que nos toca, temos apostado numa cada vez maior presença na internet e nas redes sociais. Porque o imediatismo da notícia assim o exige. Mas não descuramos a edição em papel. Trabalharemos, sempre, para que as nossas duas edições – impressa e digital – tenham o seu espaço. Porque os nossos leitores assim o exigem. E isso nunca esqueceremos.

Deixo, por fim, uma palavra de agradecimento a todos os trabalhadores desta casa que, diariamente, fazem com que o Diário do Minho chegue aos nossos leitores. E um obrigado ao nosso Arcebispo, D. Jorge Ortiga, e à Administração da Empresa do Diário do Minho por acreditarem em nós.



Mais de Damião Pereira

Damião Pereira - 15 Abr 2021

O Diário do Minho celebra hoje 102 anos. Sendo motivo de festa, a sua longevidade é hoje, também, um motivo de orgulho. Sabemos o que significa o Jornal Diário do Minho para a região e o juízo que dele fazem os nossos leitores, que todos os dias nos vão incentivando a continuar a fazer do […]

Damião Pereira - 16 Jan 2020

Passa hoje um ano sobre o falecimento do Sr. Cónego Fernando Monteiro, mas esta é apenas uma data. E digo apenas, porque para nós, colaboradores da Empresa do Diário do Minho, ele somente deixou de «ser visto» quando contornou «a curva da estrada». Busco na memória o poema de Fernando Pessoa e «se escuto, eu […]

Damião Pereira - 15 Abr 2018

É costume deixar-se os agradecimentos para o fim. Hoje, é com eles que começamos. Muito obrigado a todos quantos tornaram possível que chegássemos aos 99 anos. É muito tempo. Uma vida longa, repartida entre a boa e má notícia, entre o receio e o gesto encorajador… Todos, sem exceção, merecem ser lembrados. Uns pelo que […]


Scroll Up