Fotografia: Vitória SC

Mikel Agu diz que sem saúde «ninguém pode olhar para o futuro»

Médio “garante” que o novo coronavírus, responsável pela covid-19, não «vai passar em dois ou três meses».

Pedro Vieira da Silva
13 Abr 2020

O futebolista Mikel Agu, do Vitória de Guimarães, afirmou hoje que jogar sem espetadores é como treinar, ao referir-se à possibilidade da I Liga ser retomada com encontros à porta fechada, devido à pandemia da covid-19.

 

«É uma coisa sobre a qual já tenho pensado [futebol sem adeptos no estádio]. Se o futebol voltar, vai ser difícil haver adeptos no estádio. Este vírus não vai passar em dois ou três meses. Depende também do que as autoridades de saúde disserem. Para mim o futebol sem adeptos é como um treino. Não vai ser interessante jogar em casa sem adeptos. E os adeptos também estão com saudades de ver a equipa jogar. Mas acho que é uma coisa que não vai acontecer facilmente e tem de se estudar bem antes de acontecer», disse, esta manhã, aos jornalistas, em videoconferência, numa ação promovida pelo Vitória de Guimarães.

 

 

«Todos queremos jogar porque temos um objetivo para cumprir. Todos no clube querem chegar aos primeiros cinco classificados, que dão acesso à Europa. Vamos trabalhar para isso, mas temos de esperar que tudo esteja bem. Nesta fase o mais importante é a saúde, sem saúde ninguém pode olhar para o futuro. O grupo quer que o campeonato regresse», atirou o nigeriano, de 26 anos.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up