Fotografia: DR

Responsáveis cristãos em Portugal sublinham altruísmo no combate à pandemia

Igrejas cristãs em Portugal.

Redação / NC
9 Abr 2020

Representantes de várias igrejas cristãs em Portugal sublinharam hoje os “inúmeros exemplos de altruísmo e de profunda dedicação ao próximo” a que se assiste diariamente, “em particular na área da saúde”, no combate à pandemia de covid-19.

Numa mensagem conjunta de Páscoa, sete “líderes cristãos em Portugal” aludem ao “tempo particular da (…) história coletiva que se está a viver”.

“Súbita e inesperadamente fomos confrontados com desafios e exigências que nunca tínhamos imaginado. Ficámos privados da liberdade de circulação, impossibilitados de estar juntos e sujeitos a uma ameaça latente capaz de fazer perigar a própria vida”, escrevem na mensagem “Unidos no Amor e na Esperança”.

Segundo estes responsáveis cristãos, a pandemia atingiu todos “por igual, sem exceção de classe social, económica ou religião”.

“Percebemo-nos iguais na nossa comum humanidade e necessitados uns dos outros para ultrapassar um desafio que só poderá ser vencido com o trabalho e a união de todos”, reconhecem, frisando que “a indiferença tem dado lugar à solidariedade ativa e a defesa do valor sagrado da vida expressa-se no particular cuidado para com os mais débeis e idosos”.

“Damos graças a Deus pelos inúmeros exemplos de altruísmo e de profunda dedicação ao próximo a que diariamente assistimos na sociedade portuguesa, nas suas diversas áreas e em particular na área da saúde”, acrescentam na mensagem hoje divulgada.

Para estes representantes de diversas igrejas cristãs, “num contexto de dor e de tristeza, o seu testemunho com risco da própria vida, acalenta a esperança no futuro e confere um sentido ao sofrimento vivido”.

A mensagem é assinada por António Calaim (presidente da Aliança Evangélica Portuguesa), Jorge Pina Cabral (bispo da Igreja Lusitana – Comunhão Anglicana), Manuel Linda (bispo da Diocese do Porto), Miguel Jerónimo (diretor executivo da Sociedade Bíblica), Paulo Medeiros Silva (presidente da Igreja Evangélica Presbiteriana de Portugal), Philip Bourne (cónego da Igreja Inglesa de St. James’ – Porto) e Sifredo Teixeira (bispo da Igreja Evangélica Metodista Portuguesa).

Estes responsáveis cristãos terminam a mensagem assegurando a oração pelos governantes pelos que “têm responsabilidades coletivas” e apelando a que “todos os cristãos e homens e mulheres de boa vontade se unam cada vez mais, em amor e em serviço”.

 





Notícias relacionadas


Scroll Up